As obras aqui publicadas podem não ser inteiramente ficcionais, podendo corresponder ao comportamento ou opinião pessoal de seus autores. Qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais será mera coincidência?

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

no paraiso Deus criou os animais

Nos primeiros sete dias de trabalho no paraíso Deus criou tudo, inclusive os animais


CRIOU O BURRO E DISSE: Trabalharás incansavelmente de sol a sol, carregando fardo nos lombos. Comerás capim , não terás inteligência alguma e viverás 60 ANOS. SERÁS BURRO

O BURRO RESPONDEU: Serei burro, mas viver 60 ANOS é muito, Senhor. Dá-me apenas 30 ANOS. Deus lhe deu 30 ANOS.


DEUS CRIOU O CACHORRO E DISSE: Vigiarás a casa dos homens e serás seu melhor amigo.

Comerás os ossos que ele te jogar e viverás 20 ANOS. SERÁS CACHORRO

O CACHORRO RESPONDEU: Senhor, comerei ossos, mas viver 20 ANOS é muito. Dá-me 10 ANOS. Deus lhe deu 10 ANOS.


DEUS CRIOU O MACACO E DISSE: Pularás de galho em galho, fazendo macaquices, serás divertido e viverás 20 ANOS. SERÁS MACACO.

O MACACO RESPONDEU: Senhor, farei macaquices engraçadas, mas viver 20 ANOS é muito. Dá-me apenas 10 ANOS. Deus lhe deu 10 ANOS.


DEUS CRIOU O HOMEM E DISSE: Serás o único ser racional sobre a face da Terra, usarás tua inteligência para te sobrepores aos demais animais e à Natureza. Dominarás o Mundo e viverás 30 ANOS.

O HOMEM RESPONDEU: Senhor, serei o mais inteligente dos animais, mas viver 30 ANOS é muito pouco. Dá-me os 30 ANOS que o BURRO rejeitou, os 10 ANOS que o CACHORRO não quis, e também os 10 ANOS que o MACACO dispensou.


E ASSIM FEZ DEUS...

- Viverás 30 ANOS como HOMEM.

- Casarás e passarás a viver 30 ANOS como BURRO, trabalhando para pagar as contas e carregando fardos.

- Serás aposentado pelo INSS, vivendo 10 ANOS como CACHORRO, vigiando a casa.

- E depois ficarás velho e viverás mais 10 ANOS como MACACO, pulando de casa em casa, de um filho para outro, e fazendo macaquices para divertir os NETOS...


Dura Conclusão!!:


(Autor desconhecido)

4 comentários:

Danielle Espírito Santo disse...

Uma tradução pessimista dos padrões de envelhecer mas sobretudo muito divertida!
Abraços

José Lamartine de A. L. Neto disse...

Oi Dani,

Obrigado pelo comentário. Realmente não é uma visão otimista, talvez seja mais para irônica.
Nesta de não se contentar com o que tem, o homem acaba se complicando por conta de uma vida insaciável. O desejo, é o desejo de algo. Quando se tem, não se quer mais.

Um abração

---
José Lamartine Neto

Nelson Junior disse...

Muito boa padrinho.O que pude concluir,é que nós seres humanos(racionais),nunca estamos satisfeitos com o que Deus nos deu, e ainda,queremos sempre mas um pouco, mesmo nao podendo administra-la.
Abraços

Lalai Machado disse...

Gostei do texto.De fato nos preocupamos tanto em aumentar nossos dias, que acabamos nos esquecendo de se preocupar com o que fazer com eles!

Abraços