As obras aqui publicadas podem não ser inteiramente ficcionais, podendo corresponder ao comportamento ou opinião pessoal de seus autores. Qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais será mera coincidência?

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Psicologia do Socialismo


 Psicologia do Socialismo

Em 1899 Gustave Le Bon escreveu o livro “Psicologia do Socialismo” do qual vou comentar alguns trechos interessante e atuais.

Le Bon analisa o socialismo desde o início dos tempos e afirma que nunca deu certo. As experiências feitas na Grécia antiga e em Roma foram mal sucedidas e duraram muito pouco.

Marx afirmava que o fim e o começo da humanidade começa no estômago. Nada mais que um enorme estômago, cujas necessidades físicas constituem o motivo principal para todas as atividades mentais. O estômago seria a primeira causa e o destino da humanidade. Marx sempre dizia que o socialismo nada mais é que a religião do estômago.

Quando Le Bon escreveu o livro ainda não tinha sido criado o regime comunista da Rússia que deu inicio em 1917. Disse na época que gostaria de ver como funcionaria o regime comunista. No começo, tudo daria certo e depois haveria crise e o país ficaria em ruínas e foi tudo isto que aconteceu na Rússia.

O autor ainda cita que o livro de Karl Marx chamado “O capital” é tão difícil de entender que ele não tinha dúvida que somente uma pessoa em dez mil que leram o livro é que entenderam. Li uma vez “O capital” e confesso que entendi muito pouco. Sei que existem pontos controvertidos e discutidos pelos próprios especialistas na matéria.

A evolução do comunismo caminha para uma forma de religião. Isto aconteceu na Rússia que tentou abolir todas as religiões. Cita que como os “apóstolos” surgem no comunismo pessoas tão fanáticas que são chamadas de apóstolos e que sacrificam a sua vida e da família para o seu objetivo. Estas pessoas chamadas “apóstolos” são comparadas por Le Bon a fanáticos como o espanhol Torquemada, chefe da inquisição espanhola que queimou e torturou milhares de pessoas em nome de Deus e Robespierre, da revolução francesa, que levou para a guilhotina milhares de pessoas em nome da Liberdade. Todos eles eram sonhadores e achavam que queriam a felicidade do mundo.

Le Bon comenta que apesar do socialismo não dar certo para a sua implantação sempre se cometem os mesmos erros, parecendo que a humanidade não aprende com a história.

Winston Churchil comentava que o capitalismo não é uma boa forma de governo, mas que as outras são piores.
 
Engenheiro Plínio Tomaz

fonte - http://www.pliniotomaz.com.br/downloads/gustavepsicologiadosocialismo.pdf

Nenhum comentário: