As obras aqui publicadas podem não ser inteiramente ficcionais, podendo corresponder ao comportamento ou opinião pessoal de seus autores. Qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais será mera coincidência?

terça-feira, 8 de março de 2011

Mulheres

Ao longo desta civilização masculinizada em que vivemos parece que não
devemos muita coisa às mulheres, principalmente neste processo de
coisificação das pessoas. Ainda parece que todas as conquistas ou
realizações importates são dos homens ficando às mulheres em segundo
plano.

A meu ver, a mulher ao pegar um bebê, uma criatura absolutamente
dependente no seu primitivismo instintivo, depois de alguns anos entrega-o
ao mundo como um ser humanizado. Tornamo-nos humanos graças às mulheres.
Agradeço a minha humanidade às mulheres da minha vida.

Abraços fraternos

Lamartine

5 comentários:

Anônimo disse...

Lamartine

Que possamos contar cada dia mais com homens com essa sensabilidade aguçada sobre o cuidado com a vida
Sds harmoniosas proce
Liliana Peixinho
Sds harmoniosas procê
Liliana Peixinho - Jornalista, educadora, especialista em Mídia e Meio Ambiente
Fundadora dos Movimentos AMA- Amigos do Meio Ambiente e RAMA - Rede de Articulação e Mobilização Ambiental
www.envolverde,com.br - Artigos/ Entrevistas Liliana Peixinho
www.rebia.org.br - Rebia Nordeste
www.amigodomeioambiente.com.br
www.folhadomeioambiente.com.br
www.falandonalata.wordpress.com - Blogão dos jornalistas baianos) Liliana Peixinho

Facebook – Liliana Peixinho
Twiter – #lilianapeixinho
Skype – lilianapeixinho
blog, http://lilianapeixinho.blogspot.com/Blogspot
Orkut- lilianapeixinho
msn – lilanapeixinho@hotmail.com

Anônimo disse...

Mil beijos querido! E obrigada pela homenagem.
Saudade.

Ju

Anônimo disse...

Olá, meu querido ser humanizado.

Agradeço a homenagem e, fico especialmente feliz por saber que sou uma das mulheres de sua vida...

Rss!

Grande beijo!




Ana Oliveira.

Anônimo disse...

lama

agora você potou prá quebrar. parabens pelas palavras bem posicionadas e
cheias de sentido.

abraços

claudio

Anônimo disse...

Olá Lamartine,

Forte a sua manifestação de apreço à condiçao feminina... Muito obrigada!

Um abraço fraterno.

As. Social Railda Campestrini
Chefe de Gabinete
IFBA - Campus Paulo Afonso