As obras aqui publicadas podem não ser inteiramente ficcionais, podendo corresponder ao comportamento ou opinião pessoal de seus autores. Qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais será mera coincidência?

sábado, 18 de abril de 2015

BELO, BELEZA (de Voltaire)

Voltaire




BELO, BELEZA 



Perguntai a um sapo que é a beleza, o supremo belo, o to kalon. Responder-vos-á ser a sapa com os dois olhos exagerados e redondos encaixados na cabeça minúscula, a boca larga e chata, o ventre amarelo, o dorso pardo. Interrogai um negro da Guiné. O belo para ele é – uma pele negra e oleosa, olhos cravados, nariz esborrachado. Indagai ao diabo. Dir-vos-á que o belo é um par de cornos, quatro garras e cauda. Inquiri os filósofos. Responder-vos-ão com aranzéis. Falta-lhes algo de conforme ao arquétipo do belo em essência, o to kalon.

Assistia eu certa vez à representação de uma tragédia em companhia de um filósofo.

– Como é belo! – dizia ele.
– Que viu o sr. de belo?
– O autor atingiu seu fim.

No dia seguinte ele tomou um purgante que lhe fez efeito.

– O purgante atingiu seu fim – disse-lhe eu.
– Eis um belo purgante.

Ele compreendeu não se poder dizer que um purgante seja belo, e que para chamar belo a alguma coisa é preciso que nos cause admiração e prazer. Conveio em que a tragédia lhe inspirara estas duas emoções, e que nisso estava o to kalon, o belo.

Realizamos uma viagem à Inglaterra. Lá se representava a mesma peça, impecavelmente traduzida. Fez bocejarem todos os espectadores.

– Oh! – exclamou o filósofo – o to kalon não é o mesmo para os ingleses e os franceses.

Após muita reflexão concluiu ser o belo extremamente relativo, como o que é decente no Japão é indecente em Roma, o que é moda em Paris não o é em Pequim.


...............................
SIGNIFICADOS:
...............................

Significado de to kalón

Aquilo que liga o mundo divino e o terreno e que assegura à vida um significado e uma dimensão eterna é o kalón (MARTINS TERRA, 2001, p. 494).

"Nada existe de belo que não venha de Deus e não seja divino" (oudèn gár esti tôn kalôn, hò mé theoû te kaì theîon) (MARTINS TERRA, 2001, p. 494).

Significado de aranzel

1- Diz-se do discurso longo, confuso ou tedioso.
2- Narração que aborrece ou cansa. Lenga-lenga.


Fontes: 

François-Marie Arouet Voltaire. Dicionário Filosófico. Original de 1764. Edição Ridendo Castigat Mores. Disponível em http://ultimashoje.com/695

MARTINS TERRA. João Evangelista. O Deus dos Indo-europeus - Zeus e a proto-religião dos indo-europeus. São Paulo. loyola, 2001

Wikcionário, o dicionário livre. http://pt.wiktionary.org/wiki/aranzel




PS: OS COMENTÁRIOS OFENSIVOS, SEJA CONTRA QUEM FOR, INCLUSIVE O AUTOR DO TEXTO, SOMENTE SERÃO PUBLICADOS NO CASO DE IDENTIFICAÇÃO DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

Nenhum comentário: