As obras aqui publicadas podem não ser inteiramente ficcionais, podendo corresponder ao comportamento ou opinião pessoal de seus autores. Qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais será mera coincidência?

domingo, 8 de janeiro de 2012

VAI UM TECO AE MALUCO???

Recebi este texto através de uma mensagem de e-mail de um amigo. É uma daquelas correntes que ficam circulando o ciberspace e vira e mexe aparece novamente. Acredito que reflita o desespero do mundo das drogas. Quem não acredita vai conferir nas clínicas de tratamento para Dependência Química, ou nos grupos de Narcóticos Anônimos, tem cada história de emocionar. Fatos da vida real nua e crua e não o que pregam os apologistas da "Marcha da Maconha" associando criminosamente com marcha da Liberdade.
Eu queria saber de que liberdade estes malucos estão falando? Será que eles não associam que as dezenas de milhares de mortes por assassinato no Brasil a cada ano (clique aqui para ver os dados) tem uma ligação muito estreita com o álcool e outras drogas, em que estas consequencias são reflexo de suas várias conexões, trazendo como fruto maldito o aumento da violência?

Então este é o título: VAI UM TECO AÊ MALUCO???

TRAFICANTE - Fala aê merrrmão...
FILHO - Me arruma um pó de cinqüenta...
TRAFICANTE - Segura aê...
FILHO - Valeu...
TRAFICANTE - O pó tá acabando... mas amanhã a gente vai invadir o morro ali do lado... Vamú tomá as boca e ficá cus bagulho...
FILHO - Já é... Demorô... invade mermo... domina geral... Se entrar na frente mete bala de 'AK'...
TRAFICANTE - Valeu, 'preibóy'... É nois...

No outro dia...
MÃE - Bom dia meu filho... que cara é essa...??
FILHO - Nada...
MÃE - Você está bem?
FILHO - Tô bem, pô!! Que saco.... me deixa em paz...merda. A essa altura, o filho ainda drogado se tranca no quarto. A mãe preocupada bate na porta...
MÃE - Meu filho... estou indo pro trabalho... deixei seu café pronto, um beijo, fique com Deus.
FILHO - Não enche... vai logo...

A mãe pega o carro e se dirige ao trabalho, quando de repente em uma rua qualquer...
TRAFICANTE - Paraê Tia... perdeu... perdeu...
TRAFICANTE - Sai... Sai... Sai...(em desespero a pobre mulher tenta fugir e arranca com o carro - uma rajada de tiros acontece...)

Em casa o telefone toca...
FILHO - Alô!
POLICIAL - Quem fala?
FILHO - Quer fala com quem?
POLICIAL - Aqui é o Tenente Alberto, eu poderia falar com algum parente da Sra Rita?
FILHO - Po...polícia?? (o filho desliga o telefone sem ouvir o policial)

Minutos depois ele sai de casa pra comprar mais pó. Logo a frente tem uma visão terrível...
FILHO - Mãeeeeeeeeeeee !!! Não!!! Não!!!
FILHO - Como isso pode acontecer???
POLICIAL - Sinto muito, traficantes tentaram roubar o carro de sua mãe pra invadir um morro... eles a mataram...
FILHO - Mãee! Nãão....

Antes de 'curtir' uma onda nova,
Antes de dar um tequinho inocente,
Antes de fumar um bagulhinho natural,
Antes de dar dinheiro ao tráfico para que eles comprem um arsenal e matem alguém que voce realmente gosta,
PARE e faça algo que voce não faz há muito tempo... PENSE!!!

ISSO TUDO QUE ESTÁ ACONTECENDO É CULPA DE QUEM USA DROGAS E ENCHE O BOLSO DESSES TRAFICANTES DE DINHEIRO.

Quem compra drogas patrocina a violência!

-

Nenhum comentário: