As obras aqui publicadas podem não ser inteiramente ficcionais, podendo corresponder ao comportamento ou opinião pessoal de seus autores. Qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais será mera coincidência?

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

O que mudou...

25 de outubro 2005

O que mudou...

Caros colegas amigos (ou amigos colegas?)

Acabei de ler todos os e-mail´s que enviaram. Adorei de verdade.
Tenho pensado muito sobre todos os acontecimentos que ocorreram nos dois momentos da Foto-Vivência.
A importância de se ter um ambiente propício em termos de confiança e propósitos. Penso que todas as coisas conspiraram para este clima de "Irmandade", não no sentido mafioso da palavra, mas significando que hoje fazemos parte de um grupo que teve a oportunidade de experimentar toda esta gama enorme de sentimentos, e lidar com eles de forma cada vez mais madura e verdadeira.
Pude perceber tambem que sou muito mais capaz do que achava que estava sendo. Tenho certeza que isso não foi uma percepção exclusivamente minha. Todos nós nos percebemos de forma mais realista quanto a limites e capacidades/talentos, sendo que estes limites poderão ser quebrados, se forem de origem psicológica e minorados se de origem física.
Eu gostei do que vi de mim. E gostei do que viram de mim. Sem medo, sem receio pois sei que posso (e quero) ser melhor. É bom este sentimento que tenho pois sei que faço parte, que estou junto. Mesmo que o crescimento seja individual, o grupo apoia, ajuda, incentiva, abraça.
Eu gostei do que vi nos outros. Não os defeitos (onde me vejo em alguns deles), mas a disposição de ser melhor, de se desculpar e de agir, de fazer diferente. Ora, se do jeito que sempre fomos não estavamos conseguindo o que desejamos, acredito que procurar ver as coisas de forma diferente é um caminho de melhora. Vi tambem que na ância de contribuir, falhei e que outros tambem falharam, e como é bom poder amorosamente ser perdoado e perdoar.
O difícil também é mudar. Normalmente se espera por algo grandioso que possa mudar radicalmente a vida. Se fala muito isso nos discursos, mas se faz pouco (Eu que o diga). Então resolvi esta questão apenas em tomar a DECISÃO de querer mudar e as coisas começam a acontecer. É lento, mas é firme. Mas tambem por que vou ter pressa com alguma mudança, se levei mais de 40 anos pra chegar onde cheguei?
Alegria e felicidade não é condição. É decisão.

Muita paz a todos, e já estou com saudade

Abraços e beijos


Lamartine

Nenhum comentário: